Setembro Amarelo: você não está sozinho

por Equipe Instituto Simutec

A Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), organiza nacionalmente o Setembro Amarelo. Essa campanha, que vem sendo realizada desde 2014, tem o objetivo de conscientizar e prevenir o suicídio, um problema que assola a nossa população com números graves cada vez mais preocupantes.

São registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. Uma triste realidade, que registra cada vez mais casos, principalmente entre os jovens. Cerca de 96,8% dos casos de suicídio estavam relacionados a transtornos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias.

Segundo estudo realizado pela Unicamp, 17% dos brasileiros, em algum momento, pensaram seriamente em dar um fim à própria vida e, desses, 4,8% chegaram a elaborar um plano para isso. Em muitos casos, é possível evitar que esses pensamentos suicidas se tornem realidade.

Falar abertamente sobre suicídio é decisivo neste combate: mostrar que há saídas e tratamentos possíveis. Censurar o suicídio da esfera pública é ignorar um grande mal que segue crescendo no Brasil⁣. Existem profissionais, redes e canais de atendimento com os quais podemos contar quando não soubermos para quem pedir ajuda.⁣

Se você ou alguém que conhece está passando por essa situação, procure ou indique tratamento.⁣

O CVV, por exemplo, promove apoio emocional de prevenção ao suicídio Para conversar com um voluntário, basta ligar para o telefone 188, gratuito, que funciona 24 horas. Também é possível mandar um e-mail ou falar pelo chat, que podem ser acessados pelo site www.cvv.org.br.